Quase 60% das rodovias brasileiras tem problemas de sinalização

Para um trânsito seguro, contam a competência e a responsabilidade dos motoristas, mas as condições das estradas e rodovias também têm relação direta com a segurança. No ano passado, foram registrados 89.318 acidentes nas rodovias federais do País, com 83.978 feridos e 6.244  mortos. E a sinalização inadequada ou insuficiente dessas rodovias foi apontada como causa presumível em 411 dessas ocorrências, que resultaram em 20 mortes.

Segundo a Pesquisa CNT de Rodovias, divulgada no final de 2017, a sinalização é o aspecto que mais se deteriorou entre as rodovias federais e estaduais pavimentadas. De acordo com a pesquisa, 59,2% dos mais de 105 mil km avaliados apresentaram problemas nas placas e nas pinturas das faixas laterais e centrais – em 2016, o índice foi de 51%. Aliás, em 21,4% dos trechos avaliados, as pinturas de faixas simplesmente não existiam.

A Região Norte é a que tem o pior índice de sinalização: em 12.863 km analisados, 10.336 km foram considerados regular, ruim ou péssimo. Em 2017, os mais de 89 mil acidentes rodoviários tiveram um custo de R$ 11,9 bilhões para o Brasil. O investimento feito em rodovias no mesmo ano foi de R$ 7,9 bilhões.

 

Fonte: goo.gl/4vRyMV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *