Conheça 3 fatores que estão mudando o setor da logística

A conectividade, a agilidade e a automação estão mudando o mundo e na logística não é diferente. Processos antes realizados de forma manual, passam a ser executados em poucos segundos por meio de sistemas de gestão. A integração de diferentes softwares, novas tecnologias de análise de dados, Internet das Coisas (IOT), plataformas de Inteligência Artificial, estão transformando a forma como gerenciamos o planejamento da armazenagem, a circulação e a distribuição de mercadorias.

 

1 Conectividade

Módulo-de-BI1-300x300 Conheça 3 fatores que estão mudando o setor da logística

A conectividade nada mais é do que a capacidade ou possibilidade de realizar operações num ambiente de rede. E, atualmente, é possível dizer que  a quantidade de dispositivos e conexões tem crescido com tanta rapidez, que ultrapassa até mesmo a velocidade com que a própria população aumenta.

Segundo um estudo da Cisco, que prevê as tendências da web para os próximos anos, existem cerca de 3 bilhões de usuários de internet. Em 2020, esse número será de aproximadamente 4,1 bilhões e, dessa forma, os recursos de conectividade chegarão a 52% da população mundial. Além disso, o número de dispositivos conectados saltará de 16,3 bilhões para 26,3 bilhões, e, aproximadamente, 12 bilhões desse total virão de comunicação entre máquinas, conhecido também como M2M ou Machine to Machine.

Ou seja, a tendência é que cada vez mais as pessoas, as máquinas, redes e dispositivos estejam conectados, e aqueles que atuam no mercado de logística também precisam estar atentos a essa movimentação.

A troca de dados e informações em tempo real é o que existe de mais interessante dentro do atual universo logístico. As maiores vantagens estão nas operações de gestão e transporte, já que as soluções de diferentes empresas, como os ERPs, funcionam de forma conectada para aumentar a agilidade na resolução de problemas, com gestores e colaboradores tendo acesso aos dados e informações mesmo quando estão fora da empresa.

Neste caso, também funciona como exemplo o uso de sistemas conectados a um GPS. Ao ter o seu software de gestão interligado a um sistema de geolocalização, é possível controlar o status da entrega e realizar uma melhor gestão da atividade de distribuição, assim como fornecer informações para o cliente final praticamente em tempo real.

Por outro lado, a conectividade também pode estar relacionada ao conceito de logística integrada, hoje é sustentado pela Internet das Coisas (IoT, que oferece diferentes aplicações para diversas tarefas operacionais e de gestão). A ideia é que todos os pontos da cadeia de suprimentos sejam estruturados de forma conectada, com o objetivo de diminuir custos, otimizar tarefas e melhorar o desempenho da atividade logística como um todo.

Dois exemplos interessantes são as tecnologias como os coletores de dados RFID e os leitores de código de barras simplificam a gestão de estoque, por exemplo, e os sistemas de gestão como o Transportation Management System (TMS), ou Sistema de Gestão de Transporte e Logística, importante para a otimização de tarefas de controle e gestão, como a auditoria de fretes.

 

2 Agilidade

Ser ágil é a receita para sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo. Testar rápido para aprender rápido é a máxima das organizações exponenciais, como o Uber, Amazon e Airbnb.

Por isso, sua equipe precisa estar pronta não apenas para entregar ou transportar rapidamente, mas para fazer isso da melhor forma possível, identificando problemas antes que eles aconteçam e resolvendo intercorrências de forma ágil e pró-ativa.

Porém, nem sempre essa é uma tarefa fácil. Do ponto de vista de transporte, temos questões como falta de infraestrutura, desnivelamento de fornecedores, burocracia. Quando falamos em operação interna, enfrentamos a falta de comunicação entre as áreas, equipe insuficiente para as tarefas operacionais.

A boa notícia é que hoje o mercado oferece diferentes possibilidades tecnológicas para que se possa vencer esses obstáculos. Automação de processos, uso de transportes alternativos (como os drones), robôs, IoT, Big Data. Tudo está ao seu alcance. E, por isso, vemos cada dia mais mudanças na rotina daqueles que atuam com logística.

O surgimento de novos modelos de transporte e entrega no mercado é um bom exemplo. Além da transformação provocada pelo uso de drones para a entrega de produtos de forma mais ágil, existe uma nova forma de satisfazer os clientes, por meio do modelo de entrega conhecido ‘Same Day Delivery’ ou ‘entrega no mesmo dia’.

Para que ele funcione, é preciso ter uma política de logística reversa muito bem estruturada, mas também contar com tecnologias especiais. Ter a IoT como uma área dentro do seu negócio é fundamental nesse caso. Com ela, você consegue explorar soluções conectadas para organizar e melhorar as suas operações para que as compras cheguem aos clientes com velocidade e qualidade máximas.

 

3 Automação

Módulo-de-BI1-300x300 Conheça 3 fatores que estão mudando o setor da logísticaAssim como a conectividade e a agilidade transformam o dia a dia das empresas, a automação é um dos fatores que mais tem impactado a rotina de trabalho da área. Os principais responsáveis por isso são os sistemas de gestão, como os Enterprise Resource Planning (ERP), Warehouse Management System (WMS) e Transportation Management Systems (TMS), capazes de controlar todas as informações que uma empresa gera ou recebe, integrando e gerenciando dados, processos e operações.

Para os processos logísticos, o TMS é o software mais importante, que permite o controle e o gerenciamento de transporte de uma forma simples, prática e muito ágil. Todas as funções de gestão podem ser controladas por meio do sistema e, dessa forma, qualquer embarcador consegue ter uma melhor visão de negócio, tomar decisões mais acertadas e funcionais para a empresa, além de reduzir
custos e o tempo destinado a funções morosas e que antes tomavam muito
tempo de trabalho, como o gerenciamento das entregas.

 

Benefícios da alta conectividade na logística

Como você pode verificar, a logística está cada vez mais inserida no universo da automação e da integração de processos e as novidades que invadem o setor também. Todas têm alguma relação com o avanço do digital e isso diz muito sobre o futuro dessa profissão. Por isso, a nossa dica é: esteja atento aos benefícios da alta conectividade, e procure saber exatamente como encaixar as suas habilidades nessas novas propostas de atuação.

Conheça, a seguir, quais são eles:

  • Otimiza o fluxo de informações;
  • Reduz custos;
  • Diminui erros e desperdício de tempo;
  • Aumenta a segurança e a precisão no desenvolvimento de atividades;
  • Elimina processos burocratizados;
  • Melhora o uso de equipamentos, recursos e da frota;
  • Agiliza entregas e a troca de informações com o cliente final;
  • Aumenta a qualidade nas tomadas de decisão;
  • Aprimora a movimentação de mercadorias;
  • Melhora a eficiência de processos.

 


Gilson Chequeto
CEO e Diretor Comercial da transpoBrasil

 

Módulo-de-BI1-300x300 Conheça 3 fatores que estão mudando o setor da logística

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *