Estudo aponta que inteligência artificial pode acelerar a cadeia logística

A Inteligência Artificial (AI) pode ajudar o setor a enriquecer a experiência do consumidor com engajamento conversacional e entregar artigos até mesmo antes que o cliente faça o pedido. É o que afirmam a DHL e a IBM, que avaliaram o potencial da AI para a logística.

O estudo indica que o setor de logística mudará seu modelo operacional de ações reativas, com a ajuda da AI, para um paradigma previsível e proativo, criando visões melhores a custos favoráveis nas atividades de back office, operacionais e voltadas para o consumidor.

Por exemplo, a AI pode utilizar o reconhecimento de imagem avançado para rastrear a condição das remessas e ativos, possibilitar autonomia completa ao transporte, ou prever flutuações dos volumes de remessa mundiais antes que aconteçam.
Segundo a IBM, ao utilizar AI nos processos centrais, as empresas podem investir mais em pontos cruciais do crescimento estratégico para modernizar ou eliminar sistemas de aplicações existentes. Isso pode tornar ativos e infraestrutura existentes mais eficientes, ao mesmo tempo em que a força de trabalho ganha mais tempo para aprimorar suas habilidades e capacidades.

 

Fonte: iPNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *