Sem pavimentação, BR-163 continua a apresentar desafios

A intenção era entregar a pavimentação da BR-163 neste ano, conforme anunciado um ano atrás pelo Palácio do Planalto. Mas a estrada, que se transformou na principal rota rodoviária de escoamento de carga do Brasil, continua a apresentar atoleiros e a enfrentar paralisações e filas de caminhões, conforme notícia no Estado de S. Paulo. A rodovia, conhecida como Cuiabá-Santarém, deveria estar plenamente asfaltada no trecho paraense, que interliga a produção do Mato Grosso aos portos fluviais do Pará no rio Tapajós.

Entretanto, o Dnit tem ainda em torno de 160 km da estrada em obras. O trecho todo asfaltado deverá ser entregue em meados de novembro. O fim das obras que estão sendo feitas pelo batalhão de engenharia do Exército – ainda há 60 km de estrada em leito natural no Pará – só deve acontecer no final de 2019.

 

Fonte: goo.gl/B5wX8k

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *