Como está seu planejamento logístico de entregas de final de ano?

O período das entregas de final de ano, que comporta os meses de outubro, novembro e dezembro, é uma das épocas mais importantes para se ter um planejamento logístico bem estruturado e pré-determinado.

Além do aumento do consumo e do fluxo de demandas devido a datas comemorativas como a Black Friday e o Natal, essa é a hora em que as empresas organizam os seus recessos e férias. Ou seja, é um momento atípico, em que se tem uma antecipação de demandas e entregas de acordo com as paradas de final do ano e, consequentemente, um aumento no fluxo de cargas das transportadoras.

E você, como está o seu planejamento logístico para esse período?

 

Embarcador, muita atenção à organização

Todos da cadeia de suprimentos estão envolvidos no planejamento logístico para as entregas de final de ano, desde os fornecedores, transportadoras, até as embarcadoras e os seus clientes. Por isso, o cuidado na organização do processo de distribuição das mercadorias deve ser ainda mais intenso nesse período.

É preciso, então, que cada um dos integrantes da cadeia esteja atento à forma como vão se preparar para esse momento, mas, principalmente, os embarcadores, que devem evitar ao máximo problemas para o seu negócio. Portanto, planejar-se é o melhor caminho.

Para a logística de transporte, esse é um momento bem delicado, em função das transportadoras receberem mais cargas do que o normal, e o impacto na organização logística do embarcador ficar evidente. Além de ter que lidar com um maior volume de pedidos referentes ao Natal, por exemplo, é preciso estar preparado para melhor entregá-los e enfrentar dificuldades como a escassez de caminhões. Nesse momento, o embarcador precisa, então:

• Consolidar uma parceria com as transportadoras e certificar-se de que elas vão estar apoiando a empresa no período de grandes entregas;
• Entender que muitas transportadoras, a partir da segunda quinzena de dezembro, reduzem as suas equipes: passam a trabalhar com uma estrutura um pouco menor, porque o fluxo cai, afinal, já se atendeu grande parte das demandas de forma antecipada.

 

Mas como fazer isso?

Primeiramente, é preciso realizar um planejamento interno. Entender o que pode acontecer de diferente nesses três meses do ano em relação ao processo normal de distribuição que acontece em outros momentos. E, para isso, é primordial:

• Identificar o possível aumento no volume de entregas;
• Buscar conhecer o posicionamento dos seus principais clientes nesse período;
• Ficar atento a possíveis contratações de outros serviços de transporte, diferentes dos já conhecidos.

Em um segundo momento, avaliar o mercado: verificar a programação das transportadoras, se vão entrar em recesso ou ter férias coletivas; se, em algum momento, pretendem reduzir as suas equipes ou se planejam oferecer o mesmo fluxo de coleta e entrega.

Porém, o grande erro é que muitas empresas ainda não têm um planejamento logístico específico para o período das entregas de final de ano. As suas estratégias não estão voltadas para atender nesse momento, muito menos na hora em que as transportadoras começam a parar e a entrar numa programação diferente, reduzida quando comparada ao fluxo normal.

 

Dicas para um bom planejamento

Confira as nossas dicas e saiba como realizar um melhor planejamento logístico para o seu negócio no período de grandes entregas:

Envolva-se ao máximo com a área comercial: Estar preparado para enfrentar os desafios de final de ano significa conhecer as particularidades dos seus parceiros, conhecer suas características de entrega e saber a fundo a sua programação. Para isso é preciso envolver-se ao máximo com quem promove a saída de mercadorias (o setor de vendas ou comercial) daqueles que trabalham com você (fornecedores, transportadores e clientes) para saber o volume de demandas que será antecipado, a quantidade de cargas e de caminhões que precisa para atender e verificar o impacto que isso terá na operação de transporte do seu negócio.

O embarcador que se planeja consegue estimar os valores que serão gastos para ativar as operações e saber se estrutura existente comporta a demanda ou se é preciso aumentar a equipe, e ainda organiza melhor internamente o seu negócio.

Esteja alinhado com o transportador: na época das entregas de final de ano é difícil encontrar caminhões disponíveis em função do aumento da oferta de cargas no mercado e, por isso, é essencial estar bastante alinhado com o serviço das transportadoras parceiras do seu negócio. É importante saber a programação da empresa para esse período, conhecer a sua capacidade, se ela está realmente preparada para atender uma demanda um pouco maior, e como será o seu período pós entregas de final de ano. Dessa forma, é possível atuar com prevenção e planejar-se melhor. Iniciar contato com outras transportadoras para, em um eventual momento crítico, não ficar sem caminhão pode ser uma boa opção.

Além disso, é importante ter um maior controle de custos nessa época e realizar um trabalho de negociação e auditoria de frete minucioso. Muitas transportadoras ou autônomos, por aumentar a oferta de cargas, acabam elevando os seus preços nesse período e, somente a partir do momento que o embarcador se planeja e organiza, consegue evitar pagamentos adicionais em função da escassez de caminhões no mercado e oferecer um serviço qualificado e eficiente.

Compartilhe as informações: após conhecer as particularidades das transportadoras e estar totalmente alinhado com o setor comercial, ou seja, realizar uma coleta e análise de informações relevantes para as entregas de final de ano, é possível planejar-se bem. De acordo com a programação de todos aqueles que estão envolvidos no serviço de entrega do seu negócio, você pode traçar melhores estratégias e atender melhor seus consumidores. Porém, de nada adianta ter esses insumos e não comunicá-los a equipes e setores, internos e externos, envolvidos nesse processo logístico. Por isso, é parte fundamental de um bom planejamento compartilhar informações e ter todas as suas ações orientadas com base na integração e comunicação entre todos os integrantes da cadeia de suprimentos.

 

Siga as nossas dicas e planeja-se da melhor forma para enfrentar o período das grandes entregas! Quer saber mais sobre como melhorar o seu planejamento logístico com o auxílio do transpoFrete? Entre em contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *