Estudo: é preciso sistematizar os investimentos em infraestrutura no Brasil

É preciso haver uma metodologia sistemática de seleção de projetos com prioridade para infraestrutura no Brasil, indica o estudo “Investimento em Infraestrutura e seu Impacto na Criação de Empregos no Brasil”. Projetos como rodovias e ferrovias têm o maior potencial para a criação de empregos, com uma estimativa de pelo menos 37 mil cargos diretos e 110 mil postos de trabalho no total.

O estudo aponta ainda que os investimentos em infraestrutura no País têm sido historicamente baixos e o processo de seleção de projetos tem que ter critérios muito bem definidos, com transparência e evitando o viés político, segundo um dos autores.

Realizado pelo The Boston Consulting Group (BCG), o levantamento mostra que outros projetos, como portos marítimos, hospitais e aeroportos tendem a gerar empregos mais duradouros. Já o setor de petróleo e gás, ainda que apresente uma perspectiva relativamente alta de geração de empregos, em geral oferece uma qualidade mais baixa de oportunidade profissional, ou de natureza mais temporária.

Para o BCG, o Brasil ainda terá uma defasagem enorme de investimentos em infraestrutura: US$ 800 bilhões nos próximos dez anos.

 

Leia a notícia completa: goo.gl/TSXoGF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *