A importância da Gestão de Fretes para sua empresa

A gestão eficiente de transportes visa garantir maiores margens para a empresa por meio de reduções de custos e aproveitamento coerente dos ativos, bem como um apropriado nível de serviço para os clientes por conta da elevação da disponibilidade de produtos e diminuição dos tempos de entrega.

Além do lado financeiro, há a questão da operação de distribuição ter uma participação essencial na qualidade do atendimento, o que faz com que este tenha que ser constantemente gerenciado.

Os sistemas de gerenciamento de transporte (TMS – Transportation Management System) se apresentam como a principal ferramenta de apoio aos gestores em suas tomadas de decisão.

Eles representam uma classe de produto que vem incrementando a qualidade e produtividade de todo o processo de transporte e distribuição, complementando o conjunto de informações internas das organizações.

É possível descrever o TMS como um grande “guarda-chuva” que representa as soluções de tecnologia da informação desenvolvidas para gerenciamento das atividades de transporte.

As particularidades de uma solução TMS podem variar conforme o mercado de atuação e possuem módulos específicos para apoiar o gerenciamento de cada atividade, desde gestão de frotas, gestão de fretes, roteirização, programação de cargas, rastreamento, entre outros.

Gestão de Fretes

Por meio de sistemas de gerenciamento de transporte, as empresas embarcadoras podem garantir o planejamento das atividades relativas a consolidação de cargas, expedição, emissão de documentos, entregas e coletas, conferência de fretes, subsídios para negociação, programação de rotas, escolha de modais, controle de custos e acompanhamento do nível de serviço.

Neste sentido, os diferenciais oferecidos pelas soluções TMS são:

  • Proporcionar o controle de transportadoras, taxas e rotas;
  • Controlar diferentes tabelas de diferentes transportadoras;
  • Calcular e analisar o custo do frete por transportadora, cliente e região;
  • Permitir avaliações e comparativos de frete;
  • Gerenciar conhecimentos de transporte, bem como realizar a auditoria dos valores cobrados em relação ao negociado;
  • Indicar as melhores rotas para o percurso;
  • Gerenciar o fluxo de informações por EDI (Intercâmbio Eletrônico de Dados);
  • Administrar pagamentos de faturas e recebimentos.

Dentre os resultados obtidos com um TMS, cabe destaque o processo automático de auditoria e conciliação de valores de frete, tendo em vista que esta é uma atividade intensa frente à grande quantidade de particularidades e formas de cobrança.

As aplicações apresentadas reforçam a importância dos sistemas de gerenciamento de transporte, tendo em vista os benefícios por eles proporcionados, ao gerar significativa redução de custos, maior disponibilidade de informações e suporte na gestão por meio de relatórios e indicadores de desempenho.

Deixe seus comentários e continue nos acompanhando.

Por Claudionei de Andrade, idealizador do blog Logística na Prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *