Por que tecnologia da informação e logística andam juntas?

Uma das premissas da logística é entregar o produto certo, da maneira certa, com menores custos e no menor tempo possível. Para que tudo isso se torne possível, é fundamental que o uso da tecnologia da informações seja contínuo e assertivo. Nesse aspecto, a tecnologia da informação tem se mostrado essencial para que os processos logísticos alcancem melhores resultados.

Pensando nisso, no post de hoje falaremos sobre como a tecnologia e a logística andam juntas e como essa combinação contribui para a otimização dos processos.

A importância da tecnologia da informação no fluxo de informações

A área de logística lida com um volume muito grande de informações em suas operações. Diariamente são movimentados dados de clientes, produtos, fornecedores, transportadoras e parceiros logísticos.

Para que essas informações sejam entregues em tempo hábil e de forma assertiva, a utilização de meios tecnológicos se faz indispensável. Em muitos casos essa troca de informações é feita via e-mail, mas atualmente é bem comum vermos empresas que investem na integração de seus sistemas com os sistemas de seus parceiros.

Manter um fluxo contínuo ou até mesmo realizar essa integração é crucial para o bom andamento das operações e qualquer atraso pode representar um aumento considerável nos custos.

 

Leia também: Tecnologia qualifica a gestão de transporte

 

Utilização de sistema ERP

À medida que a logística se desenvolveu e passou a ser parte essencial no gerenciamento de uma cadeia de suprimentos, os sistemas de informação também se adequaram para que os processos se integrassem e otimizassem as operações das empresas.

Hoje, através da utilização do ERP, é possível para o setor de logística saber antecipadamente quais são suas demandas através do que está sendo feito ainda na parte comercial. Além disso, é possível se manter constantemente integrado aos processos de fornecedores e parceiros logísticos utilizando a tecnologia. Nesses casos já podemos encontrar, inclusive, empresas que deixam a gestão de seu estoque toda por conta de seus fornecedores e passam a se preocupar apenas com sua atividade fim. Contudo, vale lembrar que a grande maioria desses sistemas possuem limitações, como por exemplo, a parte de controle de fretes, que costumam ajudar no controle financeiro, mas sem oferecer muita consistência nas análises, atuando apenas como um módulo financeiro na logística.

Uma tendência que tem se mostrado crescente é a utilização do ERP na nuvem. Ou seja, a utilização desse software é feita totalmente online e dispensa a implantação de um software. Esse sistema possui um custo bem inferior ao custo de um sistema tradicional e faz com que a utilização do ERP possa ser realidade em pequenas empresas também.

Soluções em contratação de frete

Durante muito tempo as contratações de frete eram realizadas através de processos manuais. Hoje é possível utilizar uma plataforma na qual empresas embarcadoras podem gerenciar a contratação de fretes desde o momento da disponibilização da carga até o momento em que o pagamento referente a determinada entrega é efetuado.

Esse tipo de sistema é especialista no que diz respeito a parte de controle financeiro e administração de fretes, e surge como uma solução complementar ao ERP, que, como dissemos no tópico anterior, possui limitações nesse sentido.

Como pudemos ver, a utilização da tecnologia da informação nos processos logísticos é fundamental para que a operação seja realizada com maior confiabilidade, segurança e ainda reduzindo os índices de erros. Portanto, é possível dizer que, quanto mais disposta a empresa está em investir em tecnologia, mais rápidos, seguros e eficazes seus processos se tornarão.

 

Gilson Chequeto
CEO e Diretor Comercial da transpoBrasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *